01 janeiro, 2017

Velhas Reflexões no Ano Novo de 2017

Chega o final do ano e todos estão em suspensão criogênica, sob desculpa de que as festas estão chegando.
Sem considerar que, o que está ruim, só piora quando não se trabalha...
Deus, que além de não ser brasileiro, também não existe, deu a ordem do dia:
- Ninguém atende telefone, ou responde email !
Só se pode investir tempo para enviar aqueles textos inúteis escritos por especialistas em mensagens sem conteúdo original...copy & paste adoidado...
Me amedronta não termos coragem de assumir a responsabilidade colaborativa da criação do mendigo que pede ajuda. Na melhor das hipóteses, longe de respeitá-lo, eu dou dinheiro, para aplacar minha culpa e vaporizá-lo da minha consciência... 

Na feira, pastéis com caldo de cana aliciam os futuros diabéticos, cardiopatas incautos e desinformados hedonistas gastronômicos.
A conversa desinteressante é prenuncio da eutanásia do bate-papo pseudo-social. Cria um débito mental na débil mente que desmente, e desmonta a mente.
A falta de algo importante para fazer, nos impulsiona em rituais referendados, sem questionamentos ou dúvidas básicas.

Alguém diz: "Chegou o Natal!", com tanto ímpeto que até parece que não tem data marcada. "Feliz Ano Novo" como se pudéssemos continuar no Ano Velho para sempre, e apenas os 'iniciados' fossem capaz de mudar de ano....
Então me pergunto: o que nos faz humanos? São essas tolas invenções? É por isso que nos sentimos superiores aos animais que não comemoram, não frequentam shopping centers, não fingem estar ocupados trabalhando em algo sem sentido na vida? E o leão que não frequenta missa, será redimido do pecado de espreitar a corsa?
Porque estamos sempre na contra-mão da Entropia?
Quem governa nossas vidas? Quem conduz nossas escolhas?

Porque alguns só sentirão fome e miséria, sentados no sofá assistindo o noticiário asséptico e parcial, enquanto os infiéis (90% dos terráqueos) devem vivenciar esta experiência na própria carne? Acreditamos de fato que tudo não passa de uma irresponsabilidade de qualquer governo corrupto?
Acreditamos em governo não corruptos, Papai Noel e Fada Madrinha?
Sempre o velho truque de terceirizar nossa parte ruim, e postar self da nossa parte boa no Facebook...a escravidão dos bem sucedidos na mídia implacável.

Como é possível brindar com champanhe, sabendo que o desfrute deste falso momento de felicidade precisa matar, humilhar, explorar centenas de milhares no limiar da miséria... Quem nos legítima como privilegiados da modernidade?

O vento passa mais rápido que o tempo. Deixa rastro de nostalgia, refresca a pele frágil que falsamente nos separa do cosmo. Tantas vontades sufocadas pelas falsas obrigações. Só me reconheço através das memórias implacáveis de mim mesmo. Só te reconheço pelos padrões de ti em mim, arquivados em forma de referentes sinápticos. O que certamente não é voce!

Minha aparência mentirosa...camuflando a essência verdadeira...
Somos nada além de um conglomerado de proteínas desesperadas em realizar sua função físico-química de cada dia, a serviço de uma ardilosa combinação de lembranças e sinapses, que nos limitam e impedem e tirar o melhor desta combinação momentânea.
Estas separações e compartilhamentos somente tem sentido para outro ser humano , também treinado pelos mesmos criadores de sinapses pre-estabelecidas, causando assim um profundo conforto as nossas mentes desajustadas.

Da Estação Espacial vemos que a Terra não passa de um enorme ser vivo, com uma porção de miríades membros, divididos em dias classes:
1) Ar-nadadores - (reversores de entropia)
2) Terra-verdes - (fotosintetizadores)

 Isso permite entender a mediocridade cósmica da chamada humanidade.

Por enquanto, antecipo Carnaval e visto a fantasia de Ser Humano para inventar o próximo ano, juntos...para azar de vocês.....abro a janela e grito: Chupa Brazil, que é Tetra!!!  hahahahahahaha

Marcadores: , , ,

Bookmark and Share
posted by mlbelem at 18:58

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home