29 setembro, 2010

Desacoplamento

A indolente intimidade caridosa denuncia afastamento.
Na escassez de cumplicidade,
Há reciprocidade no querer o não querer do outro.
Num desnecessário contraponto.
Degradando o desafeto,
em dissimulada desaprovação latente.

Para justificar o escapismo:
um silencio de monge.
Então aqui, fica muito longe.
Bookmark and Share
posted by mlbelem at 11:00 0 comments

Death

We only die for those still alive.
There is no frame to fell death after die.
Bookmark and Share
posted by mlbelem at 10:17 1 comments

17 setembro, 2010

EMaranha

Que bom é deslizar pela epiderme alheia,
Buscar aranha e sucumbir na teia.


Bookmark and Share
posted by mlbelem at 08:16 0 comments

15 setembro, 2010

Declaração de 10amor

Não te acaricio mais, por me interessar menos.
Tanto faz, para quem nunca fez.
Seu insuportável ceticismo,
quando dominado, causa prazer interminável.
Mas vasculha entranhas e semeia dor.
Falta algo !
Só pode ser: amor.
Bookmark and Share
posted by mlbelem at 09:53 0 comments